1ª edição do projeto Café Cultural ocorre nesta sexta-feira

O evento acontece na sede Fundação Cultural e propõe um bate-papo sobre arte, filosofia e psicanálise

PROGRAMAÇÃO Reprodução 1ª edição do projeto Café Cultural ocorre nesta sexta-feira
Hyana Reis

Hyana Reis
25/10/2018 11:00 atualizado em 25/10/2018 15:28

Será realizada nesta sexta-feira (26), a partir das 8h30, a 1ª edição do projeto Café Cultural, uma ação da Fundação Cultural de Imperatriz (FMI) que propõe um bate-papo sobre arte, filosofia e psicanálise. O evento é aberto ao público, e para participar é preciso se inscrever na sede da FMI, localizada na Rua Simplício Moreira.

Apesar de aberta ao público, o evento é restrito para 50 participantes. Nesta primeira edição, a programação contará com a palestra: “Arte, psicanálise e processos criativos: concepções estéticas de Sigmund Freud”, ministrada pelo psicanalista Nertan Dias Silva Maia, doutorando em Filosofia pela UERJ.

“Além da palestra sobre filosofia e arte, contaremos com performances teatrais e leituras dramáticas”, acrescentou o coordenador do projeto, Axel Brito. O primeiro encontro terá também música instrumental e degustação de um brunch para os participantes.

A proposta do Café Cultural é promover um espaço de vivência da arte, segundo Axel Brito. “O projeto busca transformar o espaço da Fundação em vivência e convivência, voltado para classe artística e um público formado de opinião, sempre envolvendo grandes temas”, ressaltou.

E a segunda edição do Café Cultural já tem data para acontecer, será realizada na próxima quinta-feira, 01 de novembro, com o tema "A arte como um dos pilares do saber Humano"; uma abordagem interexistencial com a ciência, a filosofia e a religião”, ministrada pelo poeta, músico e defensor público Fabio Souza de Carvalho.

Ainda de acordo com o coordenador, já existem planos para terceira edição do projeto, onde a ideia é transformar a sede da fundação em um clube de vídeo. “Nosso objetivo é oferecer o filme e logo após, iniciarmos um debate em relação ao mesmo, que será intermediado pelo professor da UFMA, Marcos Fábio”, informou.

Instagram @correioma