Estado ESTADO

São Luís inicia vacinação contra a Covid em adolescentes de 13 anos

A expectativa é que 13 mil adolescentes sejam vacinados nesta quinta-feira (05) com a 1ª dose do imunizante. São Luís é a 1ª capital a vacinar adolescentes contra a Covid-19.

05/08/2021 12h28
51
Por: Hyana Reis Fonte: G1 MA
Foto: Matheus Soares/O Estado
Foto: Matheus Soares/O Estado

São Luís inicia nesta quinta-feira (5) a vacinação contra a Covid-19 em adolescentes de 13 anos. De acordo com a Prefeitura de São Luís, a expectativa, é 13 mil adolescentes sejam vacinados durante todo o dia com a 1ª dose do imunizante.

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide, afirmou que nos próximos dias, deve ser feita a chamada da vacinação de adolescentes com 12 anos. Segundo o prefeito, mais de 98% da população da capital está vacinada com ao menos a 1ª dose da vacina.

A faixa-etária é a mínima para recebimento de doses da vacina contra a Covid-19 e só podem ser imunizada com a vacina Pfizer, única autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a vacinar pessoas com esta idade.

"Vamos só aguardar o fim do dia, mas o que posso adiantar é que nos próximos dias nós vamos finalizar a vacinação dos adolescentes. E lembrar que aquele que tem entre 12 e 17 e por algum motivo, não compareceu para vacinar, nós vamos fazer uma repescagem", disse.

Déficit na segunda dose

Mesmo com o avanço na chamada para imunização, a capital maranhense ainda não conseguiu imunizar totalmente boa parte da população. De acordo com um levantamento feito pelo G1, com base nos dados da Secretaria Municipal de Vacinação (Semus), mostrou que idosos com 80 anos ou mais são a única faixa totalmente imunizada com as duas doses ou dose única da vacina contra a Covid-19.

Outras três faixas etárias são as únicas que estão com a cobertura vacinal quase em sua totalidade. São elas 99,8% dos idosos com 75 a 79 anos; idosos com 70 a 74 anos com 95,6% e 92,2% dos idosos com 65 a 69 anos.

O que provocou a aceleração

O aumento da cobertura vacinal e a consequente aceleração da vacinação da população em São Luís foi possível após o envio de 300 mil doses extras de vacinas contra a Covid-19 pelo Ministério da Saúde, em 23 de maio, aos quatro municípios da Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa).

Isso aconteceu após a confirmação seis casos da variante indiana do coronavírus (Delta) em tripulantes do navio 'MV Shandong da Zhi', atracado a 50 km da costa maranhense.

1ª capital a vacinar adolescentes

A aceleração do calendário de vacinação possibilitou que São Luís se tornasse a 1ª capital do país a vacinar adolescentes contra a Covid-19.

Cerca de duas semanas após o início da imunização, o Ministério da Saúde emitiu um comunicado em que afirma que o Plano Nacional de Imunização (PNI) ainda não autorizou a vacinação de menores e quem não segue o PNI está "sob pena de responsabilização futura".

Questionada pelo G1, a Prefeitura de São Luís disse que a aplicação de doses em pessoas menores de 18 anos obedece à autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que incluiu na bula a indicação da vacina Pfizer para adolescentes de 12 a 17 anos.

A Prefeitura ressaltou, ainda, que a vacinação de adolescentes ocorre simultaneamente às chamadas para vacinação de maiores de 18 anos.