Estado ESTADO

Navio que trouxe filipino com Covid segue proibido de atracar no MA

Embarcação saiu da África do Sul em 31 de julho com 19 pessoas, a maioria de origem filipina, além de um tripulante russo e outro da Geórgia

25/08/2021 16h20 Atualizada há 3 meses
55
Por: Hyana Reis Fonte: G1 MA
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

 

O navio MV SAGITTARIUS, fundeado na costa maranhense há 10 dias, segue sem autorização para atracar. A embarcação saiu da África do Sul em 31 de julho com 19 pessoas, a maioria de origem filipina, além de um tripulante russo e outro da Geórgia.

Segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão (SES-MA), o tripulante filipino internado em São Luís está com Covid-19. Ele segue em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em um hospital particular da capital. O nome do paciente não foi divulgado.

Os demais tripulantes tiveram amostras coletadas para análise pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão. No entanto, os resultados ainda não foram divulgados. Eles permanecem isolados e cumprindo as medidas sanitárias determinadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

Variante Delta no Maranhão

Em maio de 2021, o Maranhão confirmou os primeiros casos da variante Delta do coronavírus (chamada de B.1.617 e encontrada inicialmente na Índia) no Brasil. Os seis casos dessa variante foram detectados em tripulantes do navio MV Shandong da Zhi, que saiu da Malásia e chegou ao litoral maranhense em 14 de maio.

Um dos infectados foi internado em um hospital particular da capital, São Luís e morreu 43 dias depois. Os outros estavam isolados dentro do navio, em alto mar, a cerca de cerca de 35 quilômetros da costa. Dois deles retornaram à embarcação depois de serem medicados em hospital.