Saúde SAÚDE

Nova variante que tem potencial para escapar de vacinas

A variante foi batizada de "mu" e tem mutações que podem indicar resistência às vacinas, assim como a beta

03/09/2021 07h57
24
Por: Hyana Reis Fonte: G1
Reprodução
Reprodução

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou nesta quarta-feira (1º) que os cientistas estão analisando uma nova variante do coronavírus, batizada de "mu", que foi identificada pela primeira vez na Colômbia.

A B.1.621, considerada uma "variante de interesse", tem mutações que podem indicar resistência às vacinas, assim como a beta. No entanto, mais estudos serão necessários para entender suas características.

Novas mutações do vírus SARS-CoV-2 são esperadas. Isso é um comportamento comum – porque, à medida que o vírus se espalha, ele pode sofrer muitas modificações genéticas. A maioria tem pouco ou nenhum impacto nas características do vírus. Mas algumas mudanças podem influenciar, por exemplo, na capacidade do vírus de se propagar ou na eficácia das vacinas.

Segundo a OMS, relatos esporádicos de casos dessa variante e alguns surtos maiores foram relatados em outros países da América do Sul e na Europa.

“Embora a prevalência global da variante Mu entre os casos sequenciados tenha diminuído e atualmente esteja abaixo de 0,1%, a prevalência na Colômbia (39%) e no Equador (13%) aumentou consistentemente", completou a organização.

Existem quatro variantes do coronavírus classificadas como "preocupantes": alfa, beta, gama e delta. Outras cinco são chamadas de "variantes de interesse", como a mu.