Cidade CIDADE

SENAI oferta vagas para qualificação profissional e técnica a fim de atender demanda industrial imperatrizense

Inscrições estão abertas para diversos cursos na modalidade presencial ou EAD

21/10/2021 14h10
43
Por: Hyana Reis Fonte: Assessoria
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

As oportunidades para qualificação profissional são constantes e as ofertas para ocupar as vagas uma realidade. Indústrias imperatrizenses dos setores de alimentação, metalurgia e móveis sofrem com a falta de mão qualificada. E o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), entidade do Sistema FIEMA, que forma e encaminha mão de obra para setor industrial está com vagas abertas para cursos de qualificação profissional de forma gratuita por meio do Emprega Mais, e em parceria com as indústrias da região que visam aproveitar a mão de obra.  

 

Estão sendo ofertadas vagas para os cursos de marceneiro, padeiro, soldador de eletrodo revestido, eletricista industrial, torneiro e ajustador mecânico. Para se inscrever, o candidato precisa se direcionar a unidade do SENAI das 14h às 21h, estar desempregado, ter 18 ou mais, ter concluído pelo menos o 6º ano do ensino fundamental.  

 

Também estão sendo ofertadas vagas para cursos técnicos na modalidade presencial ou EAD (Educação à Distância), em Eletromecânica, Automação Industrial, Informática para Internet, Segurança do Trabalho e Design de Móveis. Além disso, o SENAI Imperatriz, está implantando bloco voltado para cursos na área de Energia Fotovoltaica, e já está com inscrições abertas para curso de Projetos Fotovoltaicos e Instalador de Sistemas Fotovoltaicos.  

 

“O SENAI trabalha de mãos dadas com as indústrias que necessitam de mão de obra qualificada, e existe uma infinidade de cursos com grande chance de inserção no mercado de trabalho”, garante o gerente do SENAI Imperatriz.  

 

DADOS- Mesmo diante de um cenário de desemprego e perda de postos de trabalho em todas as regiões do país, sete em cada 10 ex-alunos de cursos técnicos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) estão empregados. Os dados constam na Pesquisa de Acompanhamento de Egressos 2019/2021. O questionário foi aplicado entre 1º de abril de 2020 e 30 de março de 2021 com 49.520 ex-alunos – 64,8% têm entre 14 e 24 anos. 

 

Um desses alunos é Valdemilson dos Santos, que a menos de 2 meses para concluir o curso técnico de eletromecânica, já garantiu uma vaga no setor de mecânica da Toyota. “Eu já trabalhava, mas não tinha nenhuma qualificação. Então, essa foi uma chance ímpar por me oportunizar uma profissão e melhor salário”. 

 

Outro benefício constatado na pesquisa é o incremento salarial. Ao comparar a renda média enquanto concluinte e depois de um ano, quando egresso, o técnico de nível médio teve um aumento de 22,7% na renda.