Cultura CULTURA

Mês da consciência negra: séries com protagonismo negro para assistir no streaming

Não há desculpa para não consumir conteúdos protagonizados por estrelas negras numa ano em que as séries e os filmes estejam tão acessíveis

15/11/2021 11h15
38
Por: Hyana Reis Fonte: Canal Tech
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Em novembro é celebrado o Dia da Consciência Negra, feriado em vários estados e municípios do Brasil. A data foi atribuída nos anos 1970 como uma forma de homenagear o líder quilombola Zumbi dos Palmares, um dos fundadores do Grupo Palmares, que reunia militantes e pesquisadores da cultura negra brasileira no Sul do país.

Estamos em 2021 e a presença de atrizes e atores negros na cultura pop existe, mas está longe de ser o ideal. Em 2015, quando Viola Davis ganhou o Emmy na categoria de Melhor Atriz em Série de Drama por seu trabalho em How to Get Away With Murder, seu discurso de agradecimento pontuou que "a única coisa que separa mulheres de cor de qualquer outra é a oportunidade", analisando a indústria do entretenimento e a falta de diversidade no elenco de diversos filmes e séries.

Não há desculpa para não consumir conteúdos protagonizados por estrelas negras numa ano em que as séries e os filmes estejam tão acessíveis, mas o Canaltech entende a indecisão que fica na hora de escolher um bom título para começar a assistir com tantas plataformas de streaming e resolveu ajudar selecionando as mais marcantes séries protagonizadas por personagens negros. Confira abaixo:

Dear White People

Dear White People é ambientada na Winchester University, uma universidade de elite e predominantemente branca onde as tensões raciais se escondem por trás das aparências, baseada no filme de mesmo nome lançado em 2014. A série mostra os Estados Unidos numa era pós-racial, fazendo o uso do humor, ironia, autodepreciação uma honestidade brutal para trazer as discussões sobre racismo para as telas.

Com 10 episódios cada temporada, a série mostra diversas tensões raciais que se desenrolam no ambiente acadêmico após uma festa de Halloween com a temática blackface organizada por alunos brancos. Cada episódio é centrado em um dos personagens centrais, incluindo Sam White (Logan Browning), criadora do programa de rádio Dear White People, que dá nome à série. Dear White People tem três temporadas disponíveis na Netflix.

How to Get Away With Murder

Como comentado anteriormente, Viola Davis foi reconhecida com um Emmy por sua atuação em How to Get Away With Murder, interpretando a professora e advogada criminal Annalise Keating. A série acompanha a docente e sua lotada rotina dividida entre os clientes de seu escritório, as aulas numa prestigiada universidade de Direito da Filadélfia e os dramas da sua vida pessoal. As coisas ficam mais complicadas a partir do momento em que um misterioso assassinato acontece no campus da faculdade e, ao lado de seus cinco estagiários, ela percebe que ninguém menos que seu marido está envolvido.

Com episódios fáceis de serem devorados um atrás do outro, How to Get Away With Murder traz representatividade negra e bissexual na personagem de Annalise Keating, que além de ter sido reconhecida com o Emmy de 2015, deu a Viola Davis o Prêmio do Sindicato dos Atores no mesmo ano e no seguinte, em 2016.

Scandal

Scandal é mais uma das criações de Shonda Rhimes e acompanha Olivia Pope (Kerry Washington), ex-Diretora de Comunicações da Casa Branca que decide deixar o cargo para abrir a sua própria empresa de gerenciamento de crise com o objetivo de salvar a reputação de importantes nomes da política norte-americana. Renomada no que faz, Pope já chegou a prestar serviços para o presidente dos Estados Unidos mais de uma vez, já que foi chefe de campanha de sua eleição antes mesmo de trabalhar na Casa Branca.

A importância de Olivia Pope na cultura pop não limita-se a apenas ser uma protagonista feminina e negra numa série, mas também a presença de sua figura e o que ela representa numa série que aborda a política dos Estados Unidos, já que o poder norte-americano possui uma dominância majoritariamente masculina e branca. Scandal tem as sete temporadas disponíveis no Globoplay.

This Is Us

This Is Us chegou em 2016 no canal estrangeiro NBC oferecendo um enredo diferente para a maioria das séries de drama familiar. A história gira em torno da família Pearson e brinca com diferentes linhas do tempo para abordar a educação e o crescimento tanto dos irmãos Kevin (Justin Hartley), Kate (Chrissy Metz) e Randall (Sterling K. Brown) quanto dos pais Rebecca (Mandy Moore) e Jack (Milo Ventimiglia).

Embora a série não possua apenas um protagonista, é importante ressaltar a presença e a atuação de Randall Pearson (foto) em This Is Us. Desde o primeiro episódio os escritores batem na tecla da representatividade com o personagem, tanto pela cor de sua pele quanto pelo fato de ter sido adotado por Rebecca e Jack, o que deu margem para diversas discussões sobre o assunto no decorrer das temporadas. This Is Us tem quatro temporadas disponíveis no Prime Video.

Atlanta

A série Atlanta foi criada e estrelada por Donald Glover, que além da carreira de ator também gerencia a vida musical sob o nome artístico Childish Gambino. Ambientada na cidade que dá o nome da série, a história acompanha dois primos, Earn (Glover), que abandonou os estudos na Universidade de Princeton aos 30 anos, e Alfred (Brian Tyree Henry) cujo maior sonho é alavancar sua carreira no rap com o nome "Paper Boi".

Ao ver que Alfred está à beira do estrelato, Earn procura desesperadamente se reconectar com o primo para se redimir aos olhos da ex-namorada, que também é mãe de sua filha, oferecendo a ele a oportunidade de gerenciar sua carreira. Atlanta conta com nomes de sucesso além de Glover, como Lakeith Stanfield (Joias Brutas, Corra!) e Zazie Beetz (Deadpool 2).

Pose

Pose é uma das séries mais elogiadas de Ryan Murphy até então — e com razão. A produção traz representatividade negra e LGBT, ambientada em uma Nova Iorque dos anos 1980, quando a população estava começando a mergulhar num novo estilo de vida, a cultura ballroom. A trama dá margem para o criador Ryan Murphy usar e abusar da direção de arte com diversos figurinos e cenários vibrantes, além do elenco repleto de talento, com dançarinos e modelos interpretando personagens numa luta pela sobrevivência em um mundo cheio de preconceitos e perigoso.

Baseada em fatos reais, Pose estreou em 2018 e a segunda temporada chegou no ano seguinte, abordando mais uma série de questões sociais relevantes para serem discutidas. No papel principal está Blanca (MJ Rodriguez), uma mulher que abriga jovens LGBT que foram expulsas de suas casas numa época marcada pela ascensão da cultura de luxo e o surgimento dos bailes LGBT.