Geral GERAL

Contar com o arquiteto não é luxo, mas economia

Cada vez mais pessoas procuram o acompanhamento do profissional nas obras, fazendo economia e diminuindo o mito da luxuosidade

18/12/2021 08h39
97
Por: Hyana Reis Fonte: Assessoria
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Mesmo com o cenário negativo causado pela pandemia em diversos setores econômicos, para o profissional arquiteto ou designer de interiores, o panorama é de franco crescimento. Uma pesquisa da startup nacional, Archademy, mostra que em 2020 e 2021, 80% dos entrevistados revelaram o aumento na procura dos clientes para a construção e execução de projetos.

Porém, não é difícil encontrar pessoas que, na tentativa de economizar, escolhem pelo incerto e arriscado, fazendo obras sem um projeto prévio e acompanhamento de um profissional. Essa prática, além de gerar riscos, pode gerar um efeito inesperado: pesar bastante no bolso de quem constrói. É importante saber que com o auxílio do profissional arquiteto os gastos serão previstos e planejados, sem o costumeiro perigo de gastar sempre a mais nos materiais e muito menos errar no cálculo da obra, causando o transtorno de recomeçar o trabalho do início.

O arquiteto e professor do Núcleo de Artes da Facimp Wyden, Uelvis Carvalho, dá detalhes sobre a importância do profissional na segurança e economia, que pode evitar inúmeros estresses na obra. “Não é de hoje que vemos comentários comuns dizendo que contratar um arquiteto e urbanista é caro. Esse é um grande equívoco das pessoas. Ter esse profissional vai ajudar bastante na construção do projeto, prevendo os melhores materiais em custo benefício, antecipar possíveis perdas, evitar a derrubada de estruturas e cumprir o cronograma da obra, sem extensão do prazo”.

Uelvis também comenta sobre os perigos dessa prática sem o acompanhamento de um especialista. “Os riscos são diversos, desde a ausência de um projeto para direcionar a construção, quanto a falta de acompanhamento da execução.  Evitar problemas como, por exemplo, compra de terrenos inadequados, falha na locação de uma obra, erros nos processos construtivos, mão-de-obra desqualificada, falta de garantia da execução do projeto, entre outros”.

O arquiteto também comenta sobre as vantagens de ter um especialista por perto, oferecendo a segurança e proteção da obra, executando o planejamento que verifica as necessidades do investimento, o conforto em diversos aspectos nesse novo espaço e a valorização de ter uma casa bem planejada.

 

“A procura dos clientes pelo arquiteto, primeiramente acontece pelo fato da busca da estética perfeita, a “casa dos sonhos”, obviamente que é um fator levado em consideração, mas não o único. É extremamente essencial para que os projetos sejam bem planejados, valorizando o entorno, observando as particularidades e transformando aquele determinado local através da execução bem elaborada”, finaliza o professor da Facimp Wyden.