Esportes ESPORTES

Cavalo de Aço completa 60 anos de história em Imperatriz

As 6 décadas de fundação foram completadas nesta terça-feira, dia 4

05/01/2022 12h31
51
Por: Hyana Reis Fonte: GE MA
Foto: Vagner Grigorio / SID
Foto: Vagner Grigorio / SID

“No peito o escudo que inflama". O Imperatriz usou este trecho para marcar os 60 anos de fundação, completados nesta terça-feira, dia 4 de janeiro. Porém, o escudo do Cavalo de Aço não vem "inflamando" como antes, e assim, um dos times mais tradicionais do estado do Maranhão, comemora a data tendo que lidar com um dura realidade.

Em 2022, terá pela frente apenas a Segunda Divisão do Maranhense, e dependendo da participação nesta, uma Copa FMF. Na temporada anterior, um rebaixamento inédito no Maranhense e uma campanha até razoável na Série D do Brasileiro. Na Copa FMF deste ano, parou na fase de grupos, e assim decretou a temporada 2022 com um primeiro semestre sem competições.

Após o fim do mandato do presidente Wagner Ayres, o clube se encontra sem diretoria. Com as atividades suspensas, o torcedor terá desta vez que esperar mais para voltar a ver o Cavalo de Aço no Frei Epifânio.

Da glória, à queda

Com a pandemia de Covid, o Imperatriz foi um dos clubes que mais sofreram com a falta de receita no futebol. Quando viveu o auge em 2019 e primeiros meses em 2020, a percepção era de que o clube era o próximo time maranhense a carimbar o passaporte para a Série B do Brasileiro - assim como o rival Sampaio Corrêa, que vai para a sua terceira temporada seguida na divisão.

No entanto, nos pós-volta do futebol, ainda com a pandemia, o time viveu momentos de turbulência, com a chegada de um departamento de futebol terceirizado e "efeito cascata" com o rebaixamento e a pior campanha na Série C do Brasileiro na era dos pontos corridos. Ainda chegou a esboçar uma reação em 2021, mas sem sucesso.