Saúde SAÚDE

É verdade que algumas doenças pioram durante a noite?

Médico do IDOMED Fameac esclarece essa máxima popular

02/05/2022 10h52
38
Por: Hyana Reis Fonte: Assessoria
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Ao perceberem uma melhora em seu quadro de saúde durante uma gripe, muitas pessoas já tiveram a sensação de piora dos sintomas durante o período noturno, como se o avançar das horas fosse a principal causa dessa condição. Além disso, é comum as pessoas escutarem recomendações dos familiares para que se tome mais cuidado no período da noite, pois este seria o momento em que estaríamos mais propensos a agravar o quadro de alguma doença respiratória.


Será que isso faz sentido ou é apenas mais uma espécie de conto popular? O médico e professor da Faculdade de Medicina de Açailândia (IDOMED Fameac), Pablo Germano, explica melhor essa possibilidade.


Pablo conta que essa máxima é verdade para algumas doenças, principalmente as doenças respiratórias, como, por exemplo, a asma, gripe e resfriados. “Um dos principais motivos que explicam essa piora à noite, se dá pela diminuição dos níveis do hormônio cortisol, que influencia e ajuda a regular a parte respiratória”, explica o médico.


Outro detalhe explicado pelo professor do IDOMED Fameac, é que, à noite, normalmente as pessoas ficam mais tempo deitadas, seja naquele relaxamento pós estudo ou trabalho, ou mesmo na hora de dormir. Essa condição limita a realização dos processos de inspiração e expiração, gerando menos movimento respiratório e, facilitando assim, a obstrução nasal, o acúmulo de secreção nos seios da face e entupimento do nariz. Por isso, os casos gripais e alergias como a rinossinusite, são os mais comuns de apresentarem piora durante a noite.