Cidade CIDADE

Chuvas devem continuar em Imperatriz em maio, junho e julho

Previsão é do Núcleo Geoambiental da Universidade Estadual do Maranhão

02/05/2022 11h16 Atualizada há 3 semanas
36
Por: Hyana Reis Fonte: G1 MA
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Núcleo Geoambiental da Universidade Estadual do Maranhão (Nugeo-UEMA) divulgou uma análise com a previsão do tempo para os meses de maio, junho e julho no Maranhão.

Segundo os meteorologistas, boa parte do Maranhão já estará fora do período chuvoso nos próximos três meses. As chuvas devem diminuir bastante especialmente nas regiões central e sul do estado, com exceção para Bacabal e Imperatriz, que devem ter chuvas dentro da normalidade para o período.

Já a região da baixada e o norte do Maranhão, incluindo a Ilha de São Luís, devem ter chuvas que variam entre o volume normal e acima da média, pois boa parte das condições favoráveis às chuvas permanecem, como tem sido em janeiro, fevereiro e março. As regiões onde deve haver mais chuva serão São Luís, Turiaçu e Zé Doca.

Ainda assim, os especialistas apontam que a tendência é que os próximos meses comecem a presentar cada vez mais dias sem chuva, pois é uma característica da transição do período chuvoso para o período seco.

Segundo o Nugeo, a previsão climática é um prognóstico de consenso elaborado pelos principais centros de meteorologia do país em conjunto com os centros estaduais de meteorologia.

O que fazer em dias chuvosos

Com a incidência das chuvas no Maranhão e os consequentes alagamentos, aumentam os riscos com a manuseio da energia elétrica em muitas residências do Maranhão.

O período chuvoso também aumenta os riscos com ventanias, descargas atmosféricas, quedas de árvores e pistas molhadas, que podem causar danos a rede de distribuição elétrica, quebras de postes e rompimentos de cabos.