Blogs e Colunas CORPO E SAÚDE

Qualidade do sono

Como a qualidade do seu sono pode afetar na sua composição corporal

08/05/2022 19h44 Atualizada há 2 semanas
873
Por: Eberson Ferreira
SONO / TREINO
SONO / TREINO

Se você é adepto da vida fitness já deve ter ouvido falar que o descanso é fundamental para se construir um belo corpo, de fato, isso é parcialmente verdade, uma boa noite de sono é capaz de recuperar suas fibras musculares e além de não comprometer seu desempenho nos treinos e nas mais diversas tarefas diárias, pode provocar o aumento gradativo do número de células nos músculos. 

E como o assunto de quem treina é falar sobre a “tal” massa magra, o mantra treinar, comer e dormir é repetido pela maioria dos “marombeiros”, mas, se a preocupação com o descanso (sono) fossem exclusivamente sobre ganhar músculos seria muito bom “né”? você sabia que uma má qualidade de sono também é responsável pelo aumento de gordura abdominal e visceral? 

Um estudo brasileiro submeteu algumas pessoas a apenas quatro horas de sono por dia durante um determinado período, sem restrições alimentares e de exercícios físicos e foi analisado os níveis de percentual de gordura abdominal e visceral dos participantes. 

Ao fim desse período os participantes foram reavaliados e tiveram um aumento significativo de nove por cento no percentual de gordura abdominal e onze por cento na gordura visceral, e como sabemos, os mais diversos fatores de risco que a obesidade já possui, o estudo conclui que uma boa qualidade do sono interfere diretamente nesse quesito e no agravamento de uma das doenças que mais mantam em todo mundo que é a obesidade. 

Os distúrbios que causam uma má qualidade do sono são umas da principais causas da insônia, que no Brasil, acomete mais de 75 milhões de pessoas, segundo a associação brasileira do sono, e a intervenção médica é imprescindível para a diagnóstico e tratamento dessas doenças. 

O que chamamos hoje de higiene do sono é uma boa saída para amenizar efeitos da insônia e da falta de sono, e a primeira dica é sobre alimentação, alimentos gordurosos pouco tempo antes de deitar para dormir podem prejudicar a qualidade do seu sono, aparelhos eletrônicos como celulares e tabletes também devem ser evitados até uma hora antes do seu horário de dormir, apesar de algumas pessoas não conseguirem dormir no escuro, o nosso cérebro sempre vai associar a escuridão com dormir, luzes brancas também podem deixar o ambiente bem carregado e dificultar o processo, e apesar de existirem pessoas que são super ativas dormindo apenas cinco horas por dia o que mais se recomenda são de seis a oito horas por dia.