Cidade CIDADE

Campanha conscientiza condutores na AV. Pedro Neiva

O objetivo das abordagens foi orientar os condutores de veículos, pedestres e a população em geral sobre a importância da segurança no trânsito

11/05/2022 18h05
36
Por: Hyana Reis Fonte: Prefeitura de Imperatriz
Reprodução
Reprodução

Em mais uma ação da campanha “Maio Amarelo”, a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Setran) realizou na manhã de terça-feira (10) uma blitz na Avenida Pedro Neiva de Santana. O objetivo das abordagens foi orientar os condutores de veículos, pedestres e a população em geral sobre a importância da segurança no trânsito.

“No caso das abordagens aos motoristas, por exemplo, nós os conscientizamos sobre a importância do uso do cinto de segurança bem como transportar corretamente seus filhos nos dispositivos de retenção de acordo com a idade. Para os motociclistas, a questão do uso correto do capacete com observação da viseira, validade do capacete e não transportar crianças menores de 10 anos na garupa da moto”, explicou a coordenadora da equipe de Educação para o Trânsito, Teresinha Miranda.

A coordenadora ressaltou que a campanha “Maio Amarelo” é realizada todos os anos para estimular que condutores, motociclistas e pedestres exerçam a cidadania no uso das vias públicas, com medidas de segurança para evitar acidentes. A campanha orienta os pedestres que tenham a atenção nas travessias nas respectivas faixas e os condutores obedeçam essas sinalizações.

Principais orientações

Motociclistas devem usar capacete devidamente afivelado, viseira baixa e precisa trocar em caso de validade vencida. Crianças menores de 10 anos não podem mais ser transportadas na moto.

Motoristas devem usar o cinto de segurança e ao transportar crianças no banco de trás, elas devem ficar protegidas com o dispositivo de retenção adequado para menores de dez anos que não tenham atingido 1,45 m de altura. 

O recomendado é: para crianças até um ano, o bebê conforto. De um até quatro anos a cadeirinha. Com idade entre quatro e sete anos e meio é obrigatório o assento elevado. A partir de sete anos e meio usar o cinto de segurança, obedecendo as normas do Conselho Nacional do Trânsito, Contran. 

 

A blitz é educativa, mas em fiscalizações regulares, essas condutas vedadas pelo Código de Trânsito Brasileiro são passiveis de multa.