E-mail

redacao@correioma.com.br

WhatsApp

99 98190-5359

Camara Imperatriz
Radio Timbira
Corona Maio
BRASIL

Após prorrogar campanha, Brasil bate meta de vacinação contra sarampo e poliomelite

Meta de vacinar 95% do público-alvo foi alcançada. Apesar disso, em um segmento específico, mais de 500 mil crianças não foram vacinadas

19/09/2018 09h53Atualizado há 2 anos
Por:
Fonte: Site G1
342
Crianças de 1 a 5 anos são público-alvo da campanha nacional de vacinação contra o sarampo e a pólio. (Foto: Foto: Erasmo Salomão/Ministério da Saúde)
Crianças de 1 a 5 anos são público-alvo da campanha nacional de vacinação contra o sarampo e a pólio. (Foto: Foto: Erasmo Salomão/Ministério da Saúde)

O Brasil atingiu a meta geral de vacinação de crianças contra sarampo e poliomelite estabelecida pelo Ministério da Saúde. Apesar de a campanha ter sido prorrogada até 14 de setembro, em uma das faixas etárias a meta não foi alcançada, com déficit de mais de meio milhão de crianças sem imunização.

A meta do governo era vacinar 95% do público-alvo (crianças de 1 a cinco anos). Segundo o balanço final divulgado na segunda-feira (17), a cobertura vacinal ficou em 95,4% para a pólio e 95,3% para sarampo, totalizando 10,7 milhões de crianças vacinadas.

Porém, 516 mil crianças não receberam as doses recomendadas. A única faixa etária que não chegou ao índice de 95% foi a de um ano de idade, cuja cobertura está em 88%. Apesar do fim da campanha, a vacina continua disponível o ano inteiro nos postos de saúde.

Ainda segundo o ministério, 15 estados conseguiram alcançar a meta para ambas as vacinas e São Paulo e Tocantins alcançaram a meta para a vacina da pólio. Alagoas, Rio Grande do Norte, Amazonas, Bahia, Acre, Pará, Piauí, Roraima, Rio de Janeiro e o Distrito Federal não atingiram a meta de vacinação.

Já entre os 5.570 municípios, 4.390 atingiram a meta. Segundo nota do ministério, os gestores têm até o dia 28 de setembro para informar no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI) do Ministério da Saúde os dados de vacinação da campanha.

"Portanto, estados e municípios tem até esse período para buscar a meta da campanha e vacinar as crianças de um a menores de cinco anos", diz a nota.

Casos de sarampo no Brasil

Até o dia 12 de setembro, o Brasil registrou 1.673 infecções por sarampo, sendo que 7.812 ainda estão sob investigação dos órgãos de saúde. O país enfrenta dois surtos da doença, nos estados do Amazonas e Roraima.

Oito pessoas morreram de sarampo no Brasil neste ano – 4 em Roraima e 4 no Amazonas. Já em relação à poliomelite trata-se de uma precaução, já que 312 cidades estão abaixo da meta preconizada para o controle da doença. Não há, contudo, casos de paralisia infantil no Brasil. O país erradicou a poliomielite do território em 1994.