E-mail

redacao@correioma.com.br

WhatsApp

99 98190-5359

Radio Timbira
Outubro Rosa
Diálogo Coach

Esqueça as terapias se procura conselhos

Diálogo Coach

Diálogo CoachKarolinne Sousa retrata seus pensamentos com foco em desenvolvimento pessoal e despertar de uma nova consciência. Um universo de provocações para você que busca respostas.

03/10/2019 12h33
Por:
45
ESQUEÇA (Foto: Reprodução)
ESQUEÇA (Foto: Reprodução)

Olhar para o meu humano e o lado humano do outro é respeito. Opinar, resolver, recomendar, decidir, impor - considero uma invasão! Em um processo terapêutico, trabalhamos a autorresponsabilidade. O profissional habilitado, deve olhar para o cliente, como um adulto e não como uma criança que busca conselhos. Apenas pessoas maduras, buscam solução! Aceita uma experiência transformadora?

Ajudar por ajudar na verdade enfraquece o cliente. No livro “Ordens da Ajuda”, de Bert Hellinger compilador da Constelação Sistêmica, são apresentadas algumas posturas que o profissional pode seguir. Com essas diretrizes, o cliente é levado a olhar, alguns fatores internos e externos. 

Devemos respeitar o sofrimento do outro e os seus problemas. Não é por que nunca vivemos essa situação, que vamos diminuir a dor do outro. Cada dor, cada emoção ou desafio deve ser honrado e olhado. Segundo as “Ordens da Ajuda”, o papel do profissional deve ser: imparcial, respeitoso, amoroso, sem julgamentos e sem identificação.

1ª Ordem

Dar apenas o que se tem, esperar e tomar, apenas o que se necessita

2ª Ordem

Submeter-se às circunstancias e somente intervir e apoiar à medida que elas permitem

3ª Ordem

Colocar-se como um adulto diante de outro adulto. Renunciar as tentativas do cliente de forçar o profissional a fazer o papel dos seus pais

4ª Ordem

Empatia focada no sistema, como um todo e não exclusivamente no cliente

5ª Ordem

Amar todos os seres humanos do jeito que são. Colocar todos no coração.

O terapeuta, deve ter uma postura, de ser uma pessoa que ilumina o caminho. Não deve criar expectativas e sim viver nos movimentos das possibilidades. Os resultados sejam positivos ou negativos são de responsabilidade do cliente. Ele é ação, ele é a força, só ele pode ser a mudança. Afinal, a transformação, assim como a motivação é pessoal e intransferível.

O filósofo Heráclito, escreveu que a característica fundamental da natureza, está justamente nas constantes transformações do mundo. Sua citação mais célebre afirma: “Não podemos entrar duas vezes no mesmo rio. Na segunda vez, não é mais o mesmo rio e nem o mesmo homem.”.

Ainda sobre Heráclito, “não existe nada eterno, a não ser a mudança. Somos nós, com nosso livre-arbítrio, que decidimos se queremos mudar e como procederemos à mudança.” Mesmo sem querer, mudamos todos os dias. Dessa forma, somos vítimas da mudança. Assim, quando decidimos que queremos mudar, nos transformamos em parceiros dos ciclos da natureza. Uma vez, que não falta força nas pessoas mas sim vontade. (Victor Hugo)