E-mail

redacao@correioma.com.br

WhatsApp

99 98190-5359

Radio Timbira
Outubro Rosa
Diálogo Coach

Sou DONA do que calo e ESCRAVA do que digo!

Diálogo Coach

Diálogo CoachKarolinne Sousa retrata seus pensamentos com foco em desenvolvimento pessoal e despertar de uma nova consciência. Um universo de provocações para você que busca respostas.

16/07/2019 15h29
Por:
108
Escrava do que digo (Foto: Reprodução)
Escrava do que digo (Foto: Reprodução)

Geralmente esquecemos os nossos erros depois que os confessamos aos outros (amigos, cônjuges, namorados). Porém, a outra pessoa normalmente não se esquece e na oportunidade cirúrgica que tiver vai jogar na nossa cara. Como é triste ouvir palavras duras de quem um dia confiamos! Será essa uma etapa para o nosso amadurecimento? Será uma forma que o universo encontrou para nos mostrar que nem todos que te  fazem sorrir são teus amigos?

Dessa forma, quando esse tipo de situação acontece comigo, busco agir com sensatez e não desperdiço a minha energia. Desligo os meus pensamentos negativos e sigo com algumas conclusões:

Devo buscar a verdade em todas as minhas intenções independente do que seja.

Devo ser sempre honesta comigo mesma.

Relevar também faz parte da caminhada.

Todo o dia vou avançar um pouco, por menor que seja, para a minha evolução.

Talvez eu possa fazer a mesma coisa um dia, mesmo sabendo que a outra pessoa vai sofrer. E daí, isso também faz parte!

Eu somente posso mudar a mim mesma, tentar mudar os outros é arrogância!

A minha verdade pode ser diferente da verdade do outro.

E mais uma coisa: Eu também, às vezes, tenho o direito de ser ruim, porém, vou tentar fazer com que esse momento seja muito curto.

Por fim, uma pequena história que serve também para refletirmos. É meio sujinha! Mas, vou contar mesmo assim:

Um passarinho voava para o sul, para se preparar para o inverno.
No caminho, encontrou uma forte nevasca.
O frio era tão intenso, que o 
passarinho quase congelou e caiu no chão.
Enquanto ele estava ali deitado, sem conseguir se mexer, quase morrendo, uma vaca, que passava pelo local, defecou em cima dele.
passarinho começou a perceber o quão quente estava.
O calor do cocô, o manteve aquecido e isolado do frio. Estava tão quentinho que ele começou a cantar de felicidade.
Um gato passando nas proximidades ouviu o canto e seguiu o som até encontrar o 
passarinho. 
Ao localizá-lo no meio do cocô, o gato, imediatamente, tratou de retirá-lo dali e começou a limpá-lo. Depois, o gato pegou o passarinho limpo, colocou-o na boca e o comeu!

Moral da história: 

Nem sempre aquele que te põe (na merda) ou em uma pior é seu inimigo.

Nem sempre aquele que te tira (da merda) ou do sufoco é seu amigo.

E quem está (na merda) ou em uma pior, não tem que ficar cantando! Tem mais é que ficar quieto!

Creio que com o tempo aprendemos que o silêncio é a melhor resposta. E a nossa vida é responsabilidade apenas nossa. E se você ainda não consegue manter uma vibração elevada o tempo todo “Mantenha sua vida e seus projetos em segredo”.