E-mail

redacao@correioma.com.br

WhatsApp

99 98190-5359

Fevereiro Laranja
Radio Timbira
Diálogo Coach

Fome de Poder (Cine Coaching)

Diálogo Coach

Diálogo CoachKarolinne Sousa retrata seus pensamentos com foco em desenvolvimento pessoal e despertar de uma nova consciência. Um universo de provocações para você que busca respostas.

30/10/2018 21h55
Por: Redação
148
Fome de Poder (Foto: Reprodução)
Fome de Poder (Foto: Reprodução)

A juventude profissional não tem idade. Pesquisando alguns nomes famosos, me deparei com Ray Kroc, que aos 52 anos, reestruturou a marca McDonald’s. Em uma jogada de mestre, estratégica e completamente fora dos padrões éticos, ele construiu um império. Tirando os julgamentos. Como não admirar alguém que consegue se reinventar? Teríamos a mesma capacidade que ele teve? Aproveitar uma oportunidade, a qualquer custo, vale mesmo a pena? Destaco algumas frases de Ray Kroc e dos irmãos fundadores Dick e Mac. Sugiro uma leitura com a mente a aberta e sem pré-conceitos:

  1. A sorte favorece aos corajosos;
  2. Não se constrói um império agindo como um ratinho tímido;
  3. Contratos são como corações, foram feitos para serem quebrados;
  4. Desenvolva um conceito de vencedor; Não faça amizade com pessoas ociosas;
  5. Você não vence sendo um panaca, bonzinho e simplório. Gente assim, não tem lugar nos negócios;
  6. Se um rival estiver se afogando, irei até eles e colocarei uma mangueira na boca deles (R. Kroc);
  7. Não coloque uma raposa no galinheiro (Dick Mcdonald);
  8. Controle o seu negócio. Não seja refém de nada e de ninguém; Foque no que realmente vende. Esqueça a variedade que não proporciona lucro. Venda apenas o que os clientes querem.
  9. Acredite no seu sonho. O novo é sempre incompreendido por gente medíocre. E a mediocridade é uma praga.

Em Fome de Poder é notado dois perfis de empresários. De um lado os irmãos McDonald’s, inteligentes, inovadores, criativos, porém, centralizadores e sem ambição. Estavam satisfeitos com as suas conquistas e não tinham visão estratégica do negócio. Do outro lado, a raposa Ray Kroc. Aberto às oportunidades e pronto para fazer o que fosse possível, em nome da sua ambição. Como ele mesmo fala em uma cena: “ambição é o que conta na vida”.  E assim, construiu um império que mudou uma geração.

 Pensando no coletivo, foi através dele, que foram gerados milhares de empregos e muita riqueza para o seu país. Uma vez que toda a cadeia produtiva envolvida em suas operações foi beneficiada. Concluo com uma das frases que Kroc ressalta: nem o talento, supera a “PERSISTÊNCIA”. Sejamos então persistentes?