E-mail

redacao@correioma.com.br

WhatsApp

99 98190-5359

Radio Timbira
Direto da Assembleia Fev
Sonar

A Equatorial não é inocente

Acompanhe essas e outras notícias

Sonar

SonarCarlos Leen apresenta um jornalismo político direto dos bastidores, sempre de maneira critica e transparente

05/02/2020 20h02Atualizado há 2 semanas
Por: Carlos Leen
219
Foto: montagem
Foto: montagem

Circulou amplamente nas redes sociais um vídeo onde é feita a suspensão no fornecimento de energia a um morador do bairro Itamar Guará, em Imperatriz.

Mesmo diante dos argumentos de que providencias iriam ser tomadas para efetuar o pagamento e de que havia uma senhora doente em casa, dependente de um nebulizador, o técnico responsável procedeu com o corte da residência.

A senhora doente em questão veio a óbito.  Ela tinha 91 anos.

Em nota a empresa Equatorial (antiga CEMAR) disse que até agora não se pode atestar que o corte da energia elétrica tenha relação com a morte da senhora e de que já deu “início a ampla e profunda apuração interna e, após a sua conclusão, adotará as medidas administrativas que o caso requer.”

Porém os casos de abusos neste tipo de procedimento são comuns. Eu mesmo já fui vítima tendo minha energia cortada sem qualquer aviso prévio e sem ninguém na residência, detalhe com apenas 01 único talão em atraso.  

O deputado estadual Duarte Jr informou que o presidente foi convocado pela Assembleia Legislativa do Maranhão, nesta manhã, para prestar esclarecimentos sobre o caso e disse:  “infelizmente este não é um fato isolado. Precisamos imediatamente humanizar as relações! ”

Claro que a empresa pode efetuar a suspenção do serviço mediante a falta de pagamentos dos consumidores, porém essa medida drástica não pode acontecer de qualquer jeito, feita ao bel prazer dos técnicos e dos interesses da empresa. O poder público pode e dever disciplinar estas atitudes para preservar a civilidade e o bom senso. Água e energia não são mercadorias.

Falastrão

Bolsonaro mais uma vez tentou jogar pra plateia ao lançar um suposto desafio aos governadores. O Presidente afirmou que toparia baixar o imposto sobre a gasolina caso os governadores dos Estados retirassem o ICMS do produto.

A ideia de Bolsonaro, de zerar impostos federais se os estados toparem zerar o seu principal imposto, é inexequível. Fora da realidade e de uma completa irresponsabilidade fiscal.

Na verdade Bolsonaro tenta mais uma vez retirar de si a responsabilidade dos problemas do pais, empurrando-os com a barriga.

Parece que tem dado certo, pelo menos em partes. Nas últimas pesquisas de popularidade, o presidente aparece com 32% de aprovação, cravados. É muito.   

 Trump escapou

Protegido pelos senadores de seu partido, o Republicano, Trump foi inocentado com 52 votos contrários e 48 a favor em relação ao artigo de abuso de poder e 53 a 47 quanto a obstrução do Congresso. Eram necessários 67 apoios —dois terços do Legislativo— para tirá-lo da Presidência dos EUA. Assim, ele se livra das acusações de pressionar o presidente ucraniano, Volodimir Zelenski, a investigar o rival democrata Joe Biden e seu filho Hunter, e de obstruir a apuração do caso pelo Congresso após o episódio vir à tona. (Com informações da Folha).

 Alberto Sousa e Josevan Marques

Sai Alberto, entra Josevan. Na verdade, apenas por algum tempo o vereador Alberto Sousa (PDT) entrará de licença da Câmara Municipal e em seu lugar assumirá o seu suplente, o também comunicador Josevan Marques.

São Luis

A roda está girando na capital. Consta que Duarte Jr está de mala e cuia para o PRB pois não abre mão de ser candidato a prefeito. Ele teve uma conversa de pé de orelha com o governador Flavio Dino que lhe desejou sorte em seu projeto.

Um dia depois quem esteve no Palácio do Leões para conversar foi o pretenso pré-candidato do PCdoB, o atual secretário Rubens Pereira Jr. Muita água correrá debaixo dessa ponte ainda.  

E.....

Com a aproximação do PDT e ao DEM, em São Luis, pode-se concluir que o jogo será afetado em Imperatriz. Por aqui o candidato do DEM é Assis Ramos. É aguardar.  

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários