E-mail

redacao@correioma.com.br

WhatsApp

99 98190-5359

Radio Timbira
Camara Imperatriz
Abril 20
Sonar

Coronavírus: A estupidez do presidente não tem limites ?

O Brasil pode estar prestes a enfrentar a maior catástrofe sanitária de sua história, não há tempo para vacilações, covardia, ignorância, ganância ou estupidez.

Sonar

SonarCarlos Leen apresenta um jornalismo político direto dos bastidores, sempre de maneira critica e transparente

17/03/2020 21h35Atualizado há 2 meses
Por: Carlos Leen
355
Primeiro teste de Bolsonaro deu positivo para o Covid- 19
Primeiro teste de Bolsonaro deu positivo para o Covid- 19

É público e notório o total desdém que o atual presidente da república vem dispensando ao grave problema do covid-19.

O conjunto de sandices e baboseiras que vem vociferando desde o início do seu mandato fazem de Bolsonaro despontar no quesito ignorância. O problema é que a pandemia atual é de fato algo muito sério.

Um amigo de São Paulo me relatou que está em quarentena. Ele entrou em contato com pessoas suspeitas de estarem infectadas. Paulo ( vamos chama-lo assim) é radialista e resolveu procurar um dos postos de atendimentos avançados para o Covid-19 e simplesmente o aconselharam a permanecer em quarentena sem terem feito os exames. Ele obedeceu e saiu do atendimento com a certeza de que muitos mais pessoas podem estar contaminadas e há sim casos graves com óbitos.

A crise poderá se agravar com a pandemia chegando aos lares mais carentes. É preciso um lider minimamente capaz de guiar a nacão frente ao quadro funesto que se aproxima. O Brasil pode estar prestes a enfrentar a maior catástrofe sanitária de sua história, não há tempo para vacilações, covardia, ignorância, ganância ou estupidez.

É preciso pensar e agir com medidas drásticas como por exemplo a renda mínima para os cidadãos mais atingidos pelo o "vira-mexe" que a economia terá em decorrência da queda de consumo e serviços.

Dinheiro existe e muito. Basta abandonar a cartilha neo liberal de queimar resevas cambiais ou mesmo continuar a pagar títulos da divida pública  que atualmente responde por abocanhar a fatia de 45% de todo o orçamento da União. Moratória nessa dívida!

Um tsunami de centenas de metros de altura vai passar pelo nosso país (está passando pelo mundo). Saia das ruas, tranque-se em casa, e torça para a força do fenômeno não invadir seu lar. É isso.

E o presidente da República, esse despreparado, diz que o tsunami é uma marolinha. Incentiva as pessoas a subestimarem o efeito devastador.