E-mail

redacao@correioma.com.br

WhatsApp

99 98190-5359

Abril 20
Radio Timbira
Camara Imperatriz
Sonar

Dino mantém decreto que limita vai e vem nas estradas maranhenses , Bolsonaro recua na tentativa de liberar rodovias

Acompanhe essas e outras notícias

Sonar

SonarCarlos Leen apresenta um jornalismo político direto dos bastidores, sempre de maneira critica e transparente

24/03/2020 18h31
Por: Carlos Leen
484
Flávio Dino em pronunciamento
Flávio Dino em pronunciamento

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), subordinada ao ministro Sergio Moro, foi às estradas do Maranhão na segunda (23) para tentar abrir passagem a ônibus que vinham de outros estados. A PM do estado, no entanto, manteve os bloqueios, determinados pelo governador Flávio Dino (PCdoB-MA).

Dino foi avisado assim que a PRF apareceu nos bloqueios, nas fronteiras com o Piauí e o Pará. “Meu decreto está valendo”, disse Dino, mandando a PM ficar onde estava. Caminhões com carga tinham passagem livre.

E uma das maiores dificuldades enfrentadas pelo Maranhão, que até a segunda (23) tinha seis casos confirmados de coronavírus, era o gasto com a compra de insumos de proteção, como máscaras. Elas eram encontradas com sobrepreço de até 1.000%, segundo Dino. 

Depois de mudar o tom com os governadores, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez novo aceno aos estados e recuou da decisão de que apenas a União poderia prever as situações para limitar a circulação em estradas.

Na noite de segunda-feira (23), o governo publicou uma resolução que transfere da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) a órgãos de vigilância dos estados a competência para prever as condições técnicas para fechamento ou bloqueio de estradas.

A resolução tem caráter excepcional, no contexto da crise gerada pela pandemia do novo coronavírus

Bolsonaro vinha falando que medidas como fechamento de estradas, adotadas por alguns governos estaduais, eram um exagero.

Pelo texto, publicado em edição extra do Diário Oficial da União, ficou delegado aos órgãos estaduais fazer a recomendação técnica para “o estabelecimento de restrição excepcional e temporária por rodovias de locomoção interestadual e intermunicipal”. (Folha)