E-mail

redacao@correioma.com.br

WhatsApp

99 98190-5359

Radio Timbira
Outubro Rosa
Sonar

Denúncias na Saúde de Imperatriz

Veja também outras notas da Política

Sonar

SonarCarlos Leen apresenta um jornalismo político direto dos bastidores, sempre de maneira critica e transparente

14/04/2020 15h41Atualizado há 6 meses
Por: Carlos Leen
579
Jose Carlos faz denúncias graves
Jose Carlos faz denúncias graves

Em um vídeo circulado nas redes sociais o Dep. Fed. Hildon Rocha  diz que há denúncias graves acerca do uso de um recurso financeiro de cerca de 43 milhões de reais, destinados para investimentos na área da saúde em Imperatriz.

Rocha afirma que o recurso era do Fundo Nacional de Saúde e teria sido liberado após o prefeito de Imperatriz Assis Ramos ter ingressado no partido do ministro da saúde Henrique Mandetta.

As denúncias partiram do Presidente da Câmara Municipal José Carlos Soares que foi categórico ao afirmar que os recursos foram desviados e que o prefeito de Imperatriz "comprou notas fiscais" e que nenhum investimento foi feito com este dinheiro.

No vídeo Hildon Rocha finaliza que a Câmara dos Deputados irá apurar a veracidade das denúncias.

Em nota  publicada por assessores do Prefeito ele afirma :  "Eu tenho consciência dos atos que cometi na gestão municipal. E dentro desses atos não tem nenhum desvio de verba pública, pelo contrário, zelamos para que não haja nenhum desvio, pois esse foi o compromisso que fizemos com povo, e assim nós estamos fazendo. Então, se ele afirma que existe desvio, que seja investigado", afirmou Assis Ramos.

Fundação Cultural de Imperatriz

O atual gestor da FCI é o delegado José Ribeiro . Ele substituiu Buzuca, que teve que sair do cargo para disputar  candidarura a vereador. Hoje pela manhã rolou uma sabatina de Ribeiro feita pelos vereadores de Imperatriz na Câmara.

Daniel Fiim

Tudo indica que irá mesmo disputar a eleição para prefeitura de Imperatriz. O seu partido é o Podemos,  cujo mando maior é do deputado federal Eduardo Braide.

Covid 19

Dos 478 casos de coronavírus confirmados no Maranhão até agora, 68 deles, ou 14%, conseguiram se recuperar da doença.
Outros 32 vieram a óbito, 233 estão em isolamento domiciliar, 87 internados em enfermarias e 58 em UTI.