E-mail

redacao@correioma.com.br

WhatsApp

99 98190-5359

Radio Timbira
Agosto Dourado
Sonar

Bolsonaro perde as ruas e segue se isolando cada vez mais

Propostas esdrúxulas de retorno do AI-5 e fechar Congresso são rejeitadas por 70% da população brasileira

Sonar

SonarCarlos Leen apresenta um jornalismo político direto dos bastidores, sempre de maneira critica e transparente

01/06/2020 19h36Atualizado há 2 meses
Por: Carlos Leen
426
Torcedores de grandes clubes se unem em manifesto contra o fascismo na Avenida Paulista
Torcedores de grandes clubes se unem em manifesto contra o fascismo na Avenida Paulista

Com as imagens divulgadas neste final de semana do encontro em prol da "Democracia" feita por grandes torcidas de grandes times de futebol do Sudeste do país,  fica mais do que nítido que o bolsonarismo não domina mais as ruas e tudo indica que encerrado o pico da pandemia, as coisas não vão ficar nada fáceis para o séquito do atual presidente.

Fontes em Brasília nos relataram que é vergonhosa e calamitosa ideia de "fechar congresso". Mas se dependesse de Bolsonaro e seus filhos, a proposta seria posta a cabo. No entanto o que se verifica é que o atual presidente vem se isolando cada dia mais.

"Em 1964 havia as condições objetivos para o golpe, porém na atualidade essas condições estão longe de serem alcançadas. Basta observar a conjuntura onde a maior rede de televisão do país não está com Bolsonaro, o Senado e o Congresso Nacional não compactua com os desejos dele, os governadores e etc..." afirmou o senador Weverton (PDT). 

Lembrar também que instituições como o STF não estão nada satisfeitas com os arroubos golpistas e destemperados do presidente. 

Recentemente empossado para dirigir o Supremo Tribunal Eleitoral (TSE), o Ministro Luis Roberto Barroso fez um discurso que foi um verdadeiro tapa de luva nas orelhas do Presidente. Dentre outras, Barroso enalteceu o papel da mídia profissional e disse que a "melhor arma para a população é a Educação. 

 Publicidade:

Clique aqui e ouça Rádio Timbira