E-mail

redacao@correioma.com.br

WhatsApp

99 98190-5359

Radio Timbira
Agosto Dourado
Sonar

Volta as aulas, Eleições 2020, Desemprego e a resposta de Flavio Dino

Coluna Sonar destaca os bastidores da Política

Sonar

SonarCarlos Leen apresenta um jornalismo político direto dos bastidores, sempre de maneira critica e transparente

29/07/2020 00h30
Por: Carlos Leen
142
O Maranhão foi o Estado do Nordeste que mais criou vagas de emprego com carteira assinada no mês de junho. Além disso, teve o quarto melhor desempenho levando em conta todo o Brasil.(Caged)
O Maranhão foi o Estado do Nordeste que mais criou vagas de emprego com carteira assinada no mês de junho. Além disso, teve o quarto melhor desempenho levando em conta todo o Brasil.(Caged)

Volta as aulas

Em nota oficial publicada nesta terça (28) a Secretária de Educação do Estado do Maranhão informou que a comunidade escolar do Ensino Médio ainda está em dúvidas com relação ao retorno das aulas presenciais em agosto. Havia antes uma possibilidade de que a partir do dia 10 de agosto o retorno aconteceria de maneira gradual e escalonada, feita a partir de um diálogo entre famílias, direção e professores.

Aulas não presenciais

Segundo a nota as aulas não presenciais serão mantidas e haverá mais tempo para que as comunidades escolares debatam. "Vamos continuar o processo de consulta aos estudantes e às suas famílias, assim como as reuniões com o SINPROESEMMA" conclui o documento assinado pelo Secretário Felipe Camarão. Vale lembrar que a rede municipal e particular deverá ter autonomia para decidir sobre este retorno.

Eleições 2020

Vai se aproximando o período eleitoral e as movimentações vão ficando intensas com os flertes as lideranças e cabos eleitorais, muitas vezes disputadas a peso de ouro pelos candidatos mais estruturados. Uma campanha precisa de recursos e gente, obvio, mas existem aqueles exageros que cabe a Justiça Eleitoral coibir. O bom candidato é aquele que coloca sua reputação e conduta a serviço da comunidade e não o dinheiro.

Jogo Bruto

Nesta colheita dos votos há sempre alguns metidos a espertos: cabos eleitorais que possuem menos votos do que dizem ter, candidatos que prometem o que não podem dar e lideranças que se “oferecem” há dois ou até três candidatos ao mesmo tempo, indo pra aquele que paga mais. Estes porém tem vida curta. O critério da verdade é a pratica social.

Desemprego

“Nada está tão ruim que não possa piorar...”. O Presidente Jair Bolsonaro recebeu com ironia a proposta do Governador Flávio Dino sobre criar um “Pacto Nacional Contra o Desemprego.” Por meio do seu cercadinho na saída do Palácio da Alvorada, sede da presidência da república, Bolsonaro afirmou: “Tem governador agora que quer que eu faça um pacto pelo emprego. Mas ele continua com o estado dele fechado”, disse o Bolsonaro. O presidente mostrou total desinformação, já que o Maranhão foi um dos primeiros estados a flexibilizar a abertura do comércio.

Flávio Dino

O governador do Maranhão não tardou a responder. “Considero que o desemprego não é assunto a ser tratado com ironias. Espero que o presidente da República leve a sério a urgência de ações efetivas”, disse Dino nesta terça-feira 28. “É impossível tratar do tema no ‘cercadinho’ do Alvorada. Por isso, insisto na ideia do Pacto Nacional pelo Emprego”, ressaltou o governador.