E-mail

redacao@correioma.com.br

WhatsApp

99 98190-5359

Radio Timbira
Novembro Azul
Sonar

Coluna Sonar 19/08

Zé Carlos esclarece sobre Concurso da Câmara. Sebastião Madeira descarta o novo, uma reflexão sobre o triste caso da menina violentada

Sonar

SonarCarlos Leen apresenta um jornalismo político direto dos bastidores, sempre de maneira critica e transparente

18/08/2020 21h24
Por: Carlos Leen
132
Câmara Municipal realizará concurso normalmente, garante Zé Carlos
Câmara Municipal realizará concurso normalmente, garante Zé Carlos

O Presidente do Legislativo Municipal, José Carlos Soares Barros, esclareceu em mensagem enviada a este editor acerca de algumas polêmicas sobre o concurso publico da Câmara de Imperatriz. Houve uma série de boatos em grupos de aplicativo da rede social dando conta de que haveria irregularidades no certame.

José Carlos esclareceu que na verdade o que existe são ações do Ministério Público (ainda não apuradas) dando conta de que a empresa responsável pelo concurso não seria adequada a realiza-la. Porém até onde apuramos há trâmites legais sobre a questão a serem apurados.

Para Zé Carlos o concurso seguirá normalmente e se caso a empresa não puder por algum motivo estar à frente da organização, então outra será selecionada.

Tensão no ninho Tucano

O deputado estadual Wellington do Curso reafirmou que pretende ser mesmo candidato a prefeito de São Luis. O intento vai de contra ao que aparentemente prega o Senador Roberto Rocha, que vem deixando nas entrelinhas o desejo de marchar junto com Eduardo Braide (Podemos). Pelo visto as bicadas serão grandes.

Em Imperatriz 

O prefeiturável Sebastião Madeira afirmou em um programa de WebTv que é candidatíssimo pela sigla e que “o novo nem sempre é bom. Principalmente em se tratando de governar uma cidade como Imperatriz”. Obviamente Madeira busca chamar a atenção em relação aos novos nomes da política que se apresentam na disputa.

Sobre o caso da menina violentada

“A menina estava segurando uma girafinha numa mão, e um sapinho (de pelúcia) na outra, enquanto era constrangida a ficar no porta malas do carro que teve que entrar escondido e escoltado na maternidade, com pessoas gritando: “assassina””. Depoimento da enfermeira Paula Viana, que acompanhava a criança no momento da chegada ao CISAM.

A todos aqueles que coadunam com esse tipo de pensamento medieval e atrasado em relação a temas como o aborto: Eu não desejo que os filhos ou netos de vocês passem por isso, pois eu estaria me igualando a vocês nesta desumanidade.

Ninguém merece passar por isso, ainda mais uma criança, e ainda mais uma criança que já foi vítima de tanta violência.

Vocês, inqualificáveis neste ato, são a reencarnação idêntica dos que atiraram pedras na cruz; dos que cuspiram e xingaram Jesus em seu calvário; dos que assassinaram e desossaram no meio da rua Hipácia de Alexandria; dos que cegaram Galileu. Vocês são os mensageiros da barbárie. Precisam ser parados.

E isso que vocês fazem não tem nada a ver com fé e nem com vida. Tem a ver com a pior canalhice e charlatanismo eleitoral. Bando de inqualificáveis.