Saúde SAÚDE

Hospital Referência Covid-19 recebe pacientes em Imperatriz

A estrutura, montada no Centro de Convenções, conta 60 leitos de internação, inclusive de estabilização com respiradores, e ambulatório

16/03/2021 11h40 Atualizada há 1 mês
489
Por: Hyana Reis Fonte: Governo MA
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Hospital Referência Covid-19, entregue pelo Governo do Estado em Imperatriz,  reforça o enfrentamento à Covid-19, na Região Tocantina, que tem registrado aumento no número de novos casos da doença e na busca por leitos nas unidades de saúde. 

Montado em parceria com a empresa Suzano, o hospital de campanha tem 60 leitos de internação, inclusive de estabilização com respiradores, e ambulatório com 20 leitos de observação. O equipamento foi instalado no Centro de Convenções de Imperatriz.

“O Hospital Referência Covid-19 faz parte de um esforço conjunto, liderado pelo Governo do Estado, de tentar melhorar o cenário da pandemia no município. Já havíamos aumentado leitos nos hospitais Macrorregional Dra. Ruth Noleto e no Regional Materno Infantil. Com essa nova estrutura, conseguiremos ampliar a assistência aos pacientes”, informou Marcos Grande, presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), que fará a gestão da unidade com a Secretaria de Estado da Saúde (SES). 

O primeiro paciente, um senhor de 61 anos, chegou à unidade no início da noite desta terça e foi levado ao setor D de estabilização. Ao longo da noite, outros nove pacientes também chegaram ao local de ambulância. Todos através do Sistema de Regulação do Estado, transferidos da UPA.



O diretor clínico do Hospital Referência Covid-19, André Leôncio de Almeida Santos, ressaltou que o hospital será um reforço significativo para o combate à doença na região. “Esta região tinha a necessidade desse hospital de campanha, e o Governo e a Suzano tiveram essa iniciativa de extrema importância para melhorar o curso dessa pandemia no nosso estado. A enfermaria será para a internação de pacientes não-graves, referenciados das UPAS da cidade, de outros hospitais e do interior do estado”, explicou. 

A unidade conta ainda com leitos de estabilização para pacientes graves e o ambulatório para atendimento a casos leves, que não necessitam de internação, mas que precisam de acompanhamento.