Estado ESTADO

Maranhão flexibiliza horário de funcionamento de bancos, lotéricas e supermercados

Com a nova regra, o horário de atendimento das agências se inicia às 8h, em todo o Maranhão

07/04/2021 10h08
35
Por: Hyana Reis Fonte: G1 MA
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Maranhão flexibilizou o horário de funcionamento de agências da Caixa Econômica, casas lotéricas e supermercados no estado. Segundo a Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), a medida, que entrou em vigor nessa terça-feira (6), foi tomada devido ao pagamento do auxílio emergencial do governo federal.

Com a nova regra, o horário de atendimento das agências inicia às 8h, em todo o Maranhão, para que haja diminuição do fluxo de pessoas nas agências e loterias.

A flexibilização do horário de funcionamento foi solicitada por causa do Auxílio Emergencial 2021, cujo pagamento da 1ª parcela começou nesta terça e, também, das folhas de pagamentos municipais e estaduais e o pagamento do 13º salário.

“Com esta medida, visamos minimizar a concentração de pessoas, assim como contribuir com as medidas sanitárias de enfrentamento ao coronavírus”, afirmou o secretário da Seinc, Simplício Araújo.

Nova Portaria

A Portaria nº 63/2021, publicada na última segunda-feira (5) pela Seinc, alterou, também, o horário de funcionamento de supermercados, mercados, quitandas e congêneres na Grande São Luís, até o dia 11 de abril.

Segundo o último decreto do governo do estado, o comércio na Grande Ilha deveria funcionar das 9h às 21h, regra que valeria até o domingo, 11 de abril. Porém, a nova portaria da Seinc, altera essa parte do decreto.

De acordo com a portaria, o novo horário de funcionamento permitido será das 6h (abertura) até às 0h (fechamento), desde que respeitadas as normas sanitárias em vigor.

Segundo o secretário da Seinc, Simplício Araújo, a determinação ocorreu após diálogo do Governo do Maranhão com o setor, levando em consideração o aumento do fluxo nestes estabelecimentos.

“Nós fizemos esta alteração com o intuito de dar maior flexibilidade aos estabelecimentos e mais horários à população para que não haja aglomeração nem tumultos. É desta forma, dialogando com a classe empresarial e o povo, que nós continuaremos dando resposta à sociedade maranhense”, acrescentou o secretário.