Saúde SAÚDE

Maranhão bate novo recorde de mortes pela Covid-19 com 48 óbitos em 24h

Os casos ativos, ou seja, pessoas que estão atualmente em tratamento contra a Covid-19, chegaram a 16.533

08/04/2021 10h00
28
Por: Hyana Reis Fonte: G1 MA
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Maranhão bateu nesta quarta-feira (7) mais um recorde de mortes na pandemia da Covid-19: Foram 48 óbitos nas últimas 24h. O estado contabilizou ainda mais 900 novos casos da doença, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Ao todo, o Maranhão tem agora 6369 óbitos e 246.665 casos de Covid-19. Dos novos casos registrados nesta quarta (7), 184 foram na Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa), 99 em Imperatriz e 617 nos demais municípios do estado.

Os casos ativos, ou seja, pessoas que estão atualmente em tratamento contra a Covid-19, chegaram a 16.533. Desses, 15.022 foram orientados a estar em isolamento domiciliar, 908 estão internados em enfermarias e 603 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Até o momento, 223.763 pacientes já se recuperaram da Covid-19.

Detalhes das mortes

As 48 novas mortes provocadas pela Covid-19 foram registradas nas cidades de Chapadinha (1), Zé Doca (1), Igarapé do Meio (1), Vargem Grande (1), Grajaú (1), Alto Alegre do Pindaré (1), Gonçalves Dias (1), Vitória do Mearim (1), Bom Jardim (1), Fortaleza dos Nogueiras (1), Paço do Lumiar (1), Pastos Bons (1), Bom Jesus das Selvas (1), Tutóia (1), João Lisboa (1), Itapecuru-Mirim (2), Tasso Fragoso (2), Viana (2), Codó (2), Santa Inês (3), Bacabal (3), Açailândia (3), Timon (4), São Luís (6) e Imperatriz (6)

17 óbitos ocorreram nas últimas 24 horas. Os demais foram registrados em dias e/ou semanas anteriores, e aguardam resultado do exame laboratorial para Covid-19, segundo a SES. Quanto aos profissionais da saúde, 4.439 já foram infectados pela Covid-19, 4.274 se recuperaram da doença e 77 morreram.

Ao todo, a Secretaria de Saúde diz que já foram realizados 598.144 testes (rede privada + pública) para a Covid-19, sendo que 452.693 casos foram descartados. O número de casos suspeitos é de 2141.