Esportes ESPORTES

Moto vence o Sampaio e retoma a liderança do Maranhense

No Superclássico de número 511, melhor para o Papão do Norte que bateu a Bolívia Querida em confronto direto pela ponta da tabela

15/04/2021 11h49
47
Por: Hyana Reis Fonte: GE MA
Foto: Matheus Dhasan / FMF
Foto: Matheus Dhasan / FMF

Moto Club e Sampaio Corrêa se enfrentaram na noite desta quarta-feira, pela quinta rodada do Campeonato Maranhense. No Superclássico maranhense de número 511 na história, melhor para o Papão do Norte que bateu seu arquirrival de virada - e com direito a 'Lei do Ex' - por 2 a 1, no Castelão, em São Luís no Maranhão. Cleitinho e Negueba marcaram para os rubro-negros, enquanto Jajá marcou para os Tricolores. Vitória em dobro pelo lado do Moto, que recuperou a liderança do Estadual.

Como ficam?

Com o resultado, o Moto Club retoma a ponta da tabela, com 15 pontos. O Sampaio Corrêa volta para a segunda posição, com 13 pontos.

Próximos jogos

O Moto só volta a campo na quarta-feira que vem, dia 21, quando visita o Pinheiro pela última rodada da fase classificatória do Maranhense. O Sampaio, por sua vez, encara uma decisão neste domingo (18), contra o Ceará fora de casa, no duelo que vale uma vaga na semifinal da Copa do Nordeste.

Primeiro tempo

Cleitinho empatou o placar no primeiro tempo para o Moto Club

O empate na etapa inicial foi um presente para o Moto Club e um castigo para o Sampaio Corrêa. Mas, serviu para mostrar também o que é o Superclássico: um jogo equilibrado, até quando um time mostra mais volume de jogo do que o outro. O Tricolor dominou a primeira parte da partida, com mais posse de bola, melhor transição ofensiva e recomposição defensiva. Aos 29 minutos, Guilherme Teixeira construiu uma inda jogada pela esquerda e deixou Jajá em boa posição para acertar o ângulo superior de Joanderson. O cenário era de superioridade da Bolívia Querida. Apesar de sair na frente, muitas chances foram desperdiçadas

O Papão do Norte, por sua vez, era extremamente defensivo, esperando pelo melhor momento de sair em contra-ataque. Mas a equipe tinha dificuldade de articular jogadas até o ataque. Mas foi em um descuido da defesa tricolor que o Moto abriu o placar. Aos 40 minutos, Victor Manoel aproveitou a cochilada da marcação do Sampaio, e lançou Cleitinho que ficou sozinho na frente do Mota e empatou o jogo com chute no ângulo. Os jogadores do Tubarão reclamaram bastante de impedimento, mas o juiz mandou seguir.

Segundo tempo

Negueba, Moto Club x Sampaio Corrêa

O duelo na segunda etapa continuava a ter a mesma tônica: Sampaio partindo para o ataque, enquanto o Moto aguardava a melhor hora para avançar. Da mesma forma, a Bolívia Querida não aproveitava as chances que tinham nas tramas ofensivas. O Moto se segurava, mas estava pronto para qualquer erro do adversário. E foi no melhor estilo dos rubro-negros, veio o segundo gol. Aos 32 minutos, Cleitinho e Vinícius Paiva iniciaram a jogada de velocidade, que terminou no pés de Negueba, que só empurrou par as redes do Sampaio. Contra-ataque mortal do Papão que definiu mais uma vitória no Superclássico.

A LEI QUE NÃO FALHA!

Cleitinho colocou a 'Lei do Ex' para funcionar nesta quarta-feira. O meia marcou um gol contra o Sampaio Corrêa, clube em que jogou por nove temporadas, entre 2010 e 2019. O jogador surgiu no Moto Club, mas a melhor fase de sua carreira foi no arquirrival. Pelo Sampaio, Cleitinho tem 147 jogos disputados e 25 gols marcados.

PAPÃO SUPERIOR EM SUPERCLÁSSICOS!

Com a vitória sobre o Sampaio nesta quarta-feira, o Moto ampliou a vantagem no número de vitórias no Superclássico. Agora são 105 vitórias do Papão, contra 103 do Tubarão - considerando apenas jogos oficiais: 319. O Sampaio segue levando vantagem nos gols marcados: 351 vezes, contra 343 do Moto.