Cultura CULTURA

Oscar 2021: maior premiação do cinema ocorre neste domingo (25)

Adiado devido à pandemia de Covid-19, o prêmio celebrará os melhores filmes lançados entre 1 de janeiro de 2020 e 28 de fevereiro de 2021

24/04/2021 10h00
45
Por: Hyana Reis Fonte: CQ
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A 93ª edição do Oscar acontece no próximo domingo, dia 25 de abril. Adiado devido à pandemia de Covid-19, o prêmio da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas celebrará os melhores filmes lançados entre 1 de janeiro de 2020 e 28 de fevereiro de 2021. Pela primeira vez, a maioria das produções indicadas foram lançadas diretamente no streaming.

O Oscar 2021 será transmitido no Brasil pela TNT a partir das 20h, horário em que os convidados começam a chegar ao evento. A entrega de troféus deve acontecer um pouco mais tarde, por volta das 22h. Os assinantes do canal também podem acompanhar o evento no serviço de streaming TNT Go. Além do site, está disponível um aplicativo para Android e iOS para quem possui o canal pelas operadoras Vivo, Claro, TVN, Cabo Telecom, Multiplay, Sky, Algar Telecom, Oi e Net.

Na TV aberta, a Globo cobre a festa um pouco mais tarde, por volta das 0h30, após o Big Brother Brasil 21. Seguindo o modelo do último ano, a festa completa deve ser transmitida no Globoplay (com acesso liberado para não-assinantes) e pelo portal G1. Ambas devem começar às 20h. Além disso, o canal E! costuma transmitir a festa bem mais cedo, a partir das 19h, com comentários de críticos especializados. As redes sociais e o canal do YouTube oficiais da Academia também compartilham os vencedores e alguns vídeos curtos da premiação, com discursos de aceitação e curiosidades.

Onde o Oscar irá acontecer?

Neste ano, a premiação será dividida em dois palcos principais: o Dolby Theatre, tradicional local da premiação, e a Union Station, estação histórica de Los Angeles. Fontes ligadas à organização informaram à AFP que também haverá sedes na Grã-Bretanha e em Paris para atender aos indicados que não podem viajar e receber o prêmio pessoalmente nos Estados Unidos.

Inicialmente, a Academia havia decidido que os nomeados não poderiam participar do Oscar de forma remota, ao contrário do que aconteceu em premiações como o Globo de Ouro e o BAFTA. A decisão foi duramente criticada, principalmente por artistas que não residem nos EUA, como Anthony Hopkins, indicado a Melhor Ator. Com 83 anos, a viagem representaria um grande risco para a saúde do britânico. Além das novas sedes internacionais, ainda não se sabe se a organização irá fazer exceções e permitir que alguns convidados participem por videoconferência.

Quem é o host do Oscar 2021?

Na verdade, ninguém. Pelo terceiro ano consecutivo, o Oscar optou por não eleger um anfitrião. Em vez disso, vários atores, atrizes e cineastas apresentarão o evento. Nomes como Angela Bassett, Halle Berry, Bong Joon Ho, Don Cheadle, Bryan Cranston, Laura Dern, Harrison Ford, Regina King, Marlee Matlin, Rita Moreno, Joaquin Phoenix, Brad Pitt, Reese Witherspoon, Renée Zellweger e Zendaya foram confirmados.

Em entrevista para a Vanity Fair, o diretor Steven Soderbergh, encarregado da produção do evento, disse que “todos serão um personagem. Cada indicado e cada pessoa que entregar os prêmios será como um personagem em um filme. E no final você vai saber que todos fizeram o que quiseram. Você irá se conectar com todos nesse show. O que nós queremos fazer é uma espécie de filme de três horas no qual, por acaso, alguns prêmios são distribuídos”. Vamos descobrir como isso irá funcionar.

O Oscar já foi adiado antes?

Sim, outras três vezes. A data da cerimônia precisou ser alterada devido a uma inundação em Los Angeles em 1938, pelo assassinato de Martin Luther King em 1968 e pela tentativa de assassinato do presidente Ronald Reagan em 1981.

Quem são os indicados?

As Previsões do Oscar 2021 – Nas Principais Categorias | CinePOP

Ao todo, são 23 categorias. O campeão de nomeações é o drama Mank, de David Fincher, que concorre a 10 estatuetas. Em seguida aparecem Minari, Nomadland, Meu Pai, Judas e o Messias Negro, Os 7 de Chicago e O Som do Silêncio, com seis lembranças cada um. Outro destaque é Chadwick Boseman (1976-2020), o sexto ator a receber uma indicação póstuma na categoria principal de atuação. Emerald Fennell e Chloé Zhao também são destaque: é a primeira vez que duas mulheres são lembradas na categoria de direção. 

Veja a lista completa de indicados aqui.