24°

Alguma nebulosidade

Imperatriz - MA

Dólar com.

R$ 5,31

Euro

R$ 6,41

Peso Arg.

R$ 0,06

Estado ESTADO

Governo Federal recorre de decisão do STF sobre vacina Sputnik V, diz Flávio Dino

Os estados da Amazônia e do nordeste enviaram uma delegação à Rússia e lá encontraram uma delegação do governo federal, fazendo vistorias nas fábricas.

24/04/2021 08h13
43
Por: Hyana Reis Fonte: G1 MA
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira (23), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), informou que o Governo Federal pediu a ampliação do prazo de análise sobre a importação da vacina Sputnik V. A data definida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) seria para a próxima quarta-feira (28).

“Fomos cientificados que o governo federal recorreu a decisão do STF, ou seja, o governo não quer o prazo de 28 de abril. Eles alegam que precisam de mais tempo para analisar a documentação’’, disse Dino.

Segundo o governador, os estados da Amazônia e do nordeste enviaram uma delegação à Rússia e lá encontraram uma delegação do governo federal, fazendo vistorias nas fábricas. Flávio Dino afirmou que discorda dessa ideia de alargamento de prazo e enfatizou que o governo do Maranhão se manifestou pela permanência do prazo até o dia 28 de abril.

Dino destacou o motivo pelo qual luta pela adesão da vacina Sputnik. "Nós temos demandas permanentes para a inclusão de categorias, de grupos, pessoas e segmentos no plano estadual de imunização. Se nós incorporamos a vacina Sputnik, a fila anda mais rápido, pois é uma vacina que tem eficácia atestada não apenas pelo fabricante, mas por outros países do mundo", disse.

Vacina contra Covid-19

Segundo Flávio Dino, o Maranhão chegou a um milhão de doses aplicadas de vacina e agradeceu os profissionais da Saúde que trabalham na imunização por todo o estado.

“Um dado positivo é que nesse momento, chegamos no nosso estado a um milhão de doses aplicadas de vacina. É um número que deve ser objeto de destaque, para que nós possamos agradecer o trabalho conjunto”, disse Dino.

O governador ressaltou que ainda há doses distribuídas aos municípios que não foram aplicadas. De acordo com Dino, o estado recebeu 1,5 milhão de vacinas e foram distribuídas 1,3 milhão.

“De 1,3 milhão, apenas consta no sistema um milhão de doses aplicadas. Ainda temos 300 mil doses de vacinas que foram entregues pelo estado ao município e que não aparecem no sistema do Ministério da Saúde como aplicadas”, afirmou.

Devido a isso, na próxima semana, novas doses serão distribuídas para municípios que aplicaram 75% ou mais e na semana seguinte novas doses para municípios que aplicaram 80% ou mais.

“Novas doses de vacina estão condicionadas ao cumprimento daquilo que dispõe a lei 14.124/2021 em pelo menos 80%. Nós imaginamos, é claro, que há uma diferença de dias, semanas, entre a aplicação e o registro do sistema, mas nós razoavelmente dizendo que de cada 10 doses que o município recebeu, que ele aplique sete. Agora nós estamos elevando isso para 75%, ou seja, de cada 10, 8 doses precisam ser aplicadas’, disse.