Saúde SAÚDE

MA vacina os trabalhadores da construção civil contra a Covid-19

"Os trabalhadores da construção civil não pararam e estão sendo decisivos no enfrentamento da pandemia", disse o governador Flávio Dino

03/06/2021 12h00
40
Por: Hyana Reis Fonte: Governo MA
Foto: Handson Chagas
Foto: Handson Chagas

O Governo do Maranhão garantiu as doses para início da vacinação dos trabalhadores da construção civil contra a Covid-19. A imunização, coordenada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), começou nesta quarta-feira (26), às 8h, no Hospital da Ilha, na Avenida São Luís Rei de França, Olho d’Água. O governador Flávio Dino acompanhou o começo da imunização dos trabalhadores da área da construção.

“Estamos reforçando a vacinação, uma vez que temos uma necessidade adicional no Brasil, pois vemos uma cepa proliferando e nos atinge, mas temos um papel decisivo com a vacinação. Os trabalhadores da construção civil não pararam e estão sendo decisivos no enfrentamento da pandemia, pois todas as obras de saúde dependem dessa ação concreta todos os dias. Por isso, avançamos na imunização e priorizando as regras do Plano Nacional do Ministério da Saúde”, frisou o governador Flávio Dino.

Governador Flávio Dino e secretário Clayton Noleto acompanharam o início da vacinação dos trabalhadores (Foto: Handson Chagas)

Esta etapa foi voltada aos trabalhadores que atuam na obra de construção do Hospital da Ilha, totalizando 200 pessoas vacinadas nesta quarta-feira. Ao todo, cerca de 300 profissionais trabalham no local.

O secretário adjunto da SES, Carlos Vinícius, reforçou que “o início da vacinação, na obra simbólica do Hospital da Ilha, leva doses de esperança aos profissionais que estão construindo a unidade hospitalar, garantindo, com essa imunização, mais segurança a estes profissionais”.

O trabalhador Frederico de Sousa, 25 anos, ficou satisfeito com a campanha. “Só tenho a agradecer que, com a idade que estou completando hoje, já consegui vacinar e estou muito feliz. Agradeço ao governador Flávio Dino e que os dias que venham sejam ainda melhores. Só tenho a agradecer”, disse ele, que foi o primeiro vacinado na obra.